quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Arvoreteca da Biblioteconomia

Na manhã desta segunda-feira, 16, o Curso de Biblioteconomia, na disciplina Bibliotecas Públicas, Comunitárias e Alternativas, ministrada pelo professor Claudio Renato Moraes da Silva, ofereceu ao público que passava próximo ao estacionamento ao lado do antigo Ru, uma Biblioteca Alternativa, a ARVORETECA. 


Os acadêmicos da disciplina Bibliotecas Públicas, Comunitárias e Alternativas, estiveram motivados e atuantes na proposta dessa atividade, tanto pela doação de livros, como pelo envolvimento na captação e incentivo da “colheita de livros pelos leitores”.

“Este livro me escolheu, passei e ele me chamou”, destaca a professora Jusseli. Dessa forma, durante algum tempo, a ARVORETECA permitiu que os livros encontrassem os seus leitores. “Uma atividade dessa precisa acontecer mais vezes”, conta a Coordenadora de Acompanhamento e Apoio Pedagógico ao Estudante (Dides/Prae), professora Sirlei Schirmer. “Essa ação deveria acontecer nos bairros”, destaca Diretor da Diretoria de Arte e Cultura (DAC) da FURG, Miguel Isoldi.

Para o professor Claudio, “na Biblioteconomia busca-se capacitar os futuros Bibliotecários para o exercício da multiplicação pela ação: Leia um livro, conquiste um na multidão”.


Fonte: http://www.furg.br/index.php?id_noticia=22520




HORÁRIO DAS BIBLIOTECAS DO SiB DURANTE O RECESSO

23/12/13
24/12/13
26/12/13
27 e 30
12/13
31/12/13
02/01/13
03 a 10
01/13
Biblioteca Central
Sem expediente
Sem expediente
14h às 18h
8h às 12h
Sem expediente
14h às 18h
8h às 12h
Demais bibliotecas (inclusive a Sala Verde)
8h às 12h
Sem expediente 
14h às 18h
8h às 12h
Sem expediente 
14h às 18h
8h às 12h
OBS.: De 18 a 20 de dezembro, a Biblioteca Central estará com o acervo fechado para os usuários, em decorrência das obras. Os materiais poderão ser solicitados no balcão de atendimento do Setor de Referência.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Sala Verde promove lançamento do Jogo de Educação Ambiental "Trilha do Planeta" no V EDEA e leva jogo gigante para a 41ª Feira do Livro da FURG

O Jogo "Trilha do Planeta", desenvolvido e ilustrado pelo mestre em Educação Ambiental Wagner Passos, foi lançado no V EDEA e todos os participantes do evento ganharam um exemplar do jogo.

A publicação do jogo de Educação Ambiental foi realizada em parceria com a Sala Verde da FURG e a PROEXC.

O Jogo "Trilha do Planeta" será levado pela Sala Verde, em tamanho gigante, para a 41ª Feira do Livro da FURG, que será realizada de 29 de janeiro a 9 de fevereiro, na Praça Dídio Duhá (Cassino), e será distribuído, gratuitamente, aos visitantes da feira.

A iniciativa partiu do autor do jogo Wagner Passos e da bibliotecária coordenadora da Sala Verde da FURG Cibele Dziekaniak, devido a importância dos jogos de tabuleiro no processo educativo, sendo assim, uma oportunidade para se levar um pouco de Educação Ambiental às crianças da comunidade, a partir desta valiosa ferramenta lúdica e de aprendizado.

Parabéns ao Wagner Passos, autor do jogo!


 

Visitas à Sala Verde da FURG fez parte da programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG).

Visitas à Sala Verde da FURG fez parte da programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG), nos dias 2 e 3 de dezembro de 2013. 

A Sala Verde recebeu em torno de 25 visitantes durante o V EDEA, entre eles: 

- alunos e professores do IFSUL Pelotas CAVG, dos cursos de graduação Tecnologia em Gestão Ambiental e Técnico em Meio Ambiente;

- alunos do Curso de Turismo da FURG do Campus de Santa Vitória do Palmar; 

- alunos do curso de Pós-Graduação em Educação da PUC-RS, orientandos da Profª. Drª. Isabel Cristina de Moura Carvalho, autora/organizadora de: Educação ambiental: a formação do sujeito ecológicoA invenção ecológica: narrativas e trajetórias da educação ambiental no BrasilEducação ambiental: pesquisa e desafios; entre outras obras.


Prof. Vera Maria Hoffmann, da rede municipal de São Leopoldo e Novo Hamburgo, contadora de histórias e autora do livro "Biblioteca escolar como agente de transformação do ambiente: uma proposta de educação ambiental para comunidades em situação de vulnerabilidade social".

 
Alunos e professores do IFSUL Pelotas - CAVG, dos cursos de graduação 
Tecnologia em Gestão Ambiental e Técnico em Meio Ambiente.


Prof. Vera Maria Hoffmann, da rede municipal de São Leopoldo e Novo Hamburgo, bibliotecária Cibele Dziekaniak, coordenadora da Sala Verde da FURG e Wagner Passos, mestre em Educação Ambiental pelo PPGEA e autor/organizador/ilustrador de diversas obras.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Blog da Sala Verde chega aos 30.000 acessos

A Biblioteca Setorial da Pós-Graduação em Educação Ambiental – Sala Verde Judith Cortesão lançou seu blog oficial no dia 25/05/12. 

Inicialmente, o blog da Sala Verde foi um projeto desenvolvido pela acadêmica Maria de Fátima Santos de Azevedo, do Curso de Biblioteconomia da FURG, na disciplina de Marketing - 2º semestre de 2011.

Na semana de comemoração do aniversário da Sala Verde da FURG, em 25/05/12, a bibliotecária Cibele Dziekaniak, coordenadora da Sala Verde, reformulou e lançou o Blog da sala oficialmente, sendo a responsável pelo desenvolvimento e atualização diária. 

O Blog conta com a participação/postagens dos seus seguidores também e pode ser acessado por meio do endereço eletrônico http://bibliotecasalaverde.blogspot.com.br/.

Acessos ao Blog da Sala Verde:

Maio-Dezembro de 2012: 1955 acessos.

Janeiro-Dezembro de 2013: 32192 acessos.

Lince - conversor para a nova ortografia

Apresentação detalhada

Desde 2009 está em vigor oficialmente em Portugal e no Brasil o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (AO), sendo esperada a sua rápida adoção por parte de outros países da CPLP. Uma das questões potencialmente levantadas pelo AO tem que ver com a dificuldade e o tempo que acarreta a transição, por parte de instituições e do público em geral, para a nova ortografia. O Lince é uma ferramenta de apoio à aplicação do AO que tem como objetivo fazer face a estas necessidades, permitindo uma rápida adaptação às novas regras ao facilitar a atualização ortográfica de grandes volumes de texto de modo simples.

O que é o Lince

O Lince converte o texto de ficheiros nos formatos mais comuns para a nova ortografia, gravando o resultado num novo ficheiro com o nome do original, que é mantido, acrescido da indicação de se tratar do ficheiro 'convertido'.
O Lince não é um editor de texto nem um verificador ou corretor ortográfico, e apenas converte texto escrito corretamente segundo os instumentos ortográficos anteriormente em vigor, nomeadamente o Formulário Ortográfico de 1943, seguido no Brasil, e o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1945, vigente nos restantes países da CPLP, segundo as suas revisões de 1971 e 1973, respetivamente.
Tendo sido pensado tanto para o público em geral como para utilizadores com necessidades específicas, como empresas e profissionais que lidam com a língua portuguesa, o Lince oferece uma interface de utilização muito simples e também algumas opções de configuração.
Os formatos suportados são:
  • DOC e DOCX - documentos Microsoft Word
  • HTML - páginas web
  • ODT - documentos do OpenOffice.org
  • PDF - formato de documento portátil*
  • RTF - formato de texto rico
  • TXT - documentos de texto
  • XML - linguagem de marcação
  • qualquer documento de texto simples sem anotação

Principais características

O Lince é uma aplicação que converte o texto de ficheiros dos formatos listados acima para a grafia do novo acordo. A aplicação cria uma cópia com nome diferente e já com o texto convertido em que, com exceção dos ficheiros PDF (cf. nota acima), todo o conteúdo e formatação dos textos são mantidos.
O Lince foi pensado de modo a fazer dele uma ferramenta universal, rápida, simples e robusta. Sendo uma ferramenta construída com financiamento público, é, antes de tudo, gratuita e livremente distribuível, como todos os recursos disponíveis no Portal, e é suportado por todos os sistemas operativos mais usados.
Embora a performance dependa necessariamente das capacidades do computador em que é utilizado, o Lince permite converter na generalidade dos sistemas, mesmo os menos poderosos, qualquer número de ficheiros de qualquer dimensão em simultâneo.
Os critérios de interpretação do Acordo Ortográfico são os seguidos para o Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), seu vocabulário de base, cujo milhão e meio de formas flexionadas serviu de universo para a base de dados do Lince. Esta base de dados inclui não apenas formas explícitas, mas também elementos de formação que podem ser usados para construir novas palavras; isto permitiu economia e eliminação de redundâncias no tratamento, por exemplo, de palavras prefixadas, compostas e de formas verbais empregadas com pronome.
A aplicação inclui o texto do novo Acordo Ortográfico, bem como uma apresentação das principais mudanças, os critérios de interpretação seguidos e uma secção de ajuda.

Opções e definições

O Lince foi desenvolvido de modo a servir igualmente o interesse do público em geral e de utilizadores especializados. Por isso, integra uma área de opções avançadas que possibilita configurar algumas preferências.
Estas opções permitem ao utilizador escolher, por exemplo, a sua variante preferida em casos de opcionalidade gerados pelo AO nas alterações que provoca no Acordo Ortográfico de 1945. Para facilitar estas definições, as formas que apresentam opcionalidade são agrupadas em lemas, que por sua vez são agrupados com palavras com afinidades morfológicas que partilham o facto de passarem a apresentar variação. Assim, por exemplo, o utilizador pode optar entre punct ou punt, afetando deste modo todas as formas que contenham aquela sequência e apresentem variação, como acupun(c)turaacupun(c)turar e eletropun(c)tura, entre outras. No entanto, dado que há falantes que não têm sempre a mesma preferência para palavras próximas, é possível escolher isoladamente a variante preferida para cada palavra. Isto permite também que os valores de origem, determinados pela equipa do Lince a partir de fontes de referência, possam dar origem a um grupo não homogéneo de palavras, como no caso de aspec / aspect, dado que, embora seja mais frequente a preferência dos falantes recair em aspeto (por oposição a aspecto), no caso de aspectual (por oposição a aspetual) é mais comum o c ser pronunciado.
Além disto, o Lince permite marcar excertos de texto que se queiram excluir da conversão através de marcadores que podem ser colocados no início e no fim da sequência que deseja não converter. Estes marcadores podem eles próprios ser definidos pelo utilizador, de modo a evitar interferências com outras marcações que possam já existir no documento e de modo a tirar partido de marcação prévia já existente no ficheiro.
As definições do utilizador podem ser exportadas de modo a gravar perfis de utilização específicos, permitindo, por exemplo, voltar rapidamente às definições de origem da aplicação sem no entanto perder a personalização feita. As definições gravadas podem facilmente ser carregadas novamente na aplicação, restaurando o estado anterior da personalização feita.
Lince permite ainda definir o local em que são guardados os ficheiros com o texto convertido, facilitando a organização de versões sempre que se procura converter sistematicamente um grande número de textos.

Lançamento Revista do Meio Ambiente n. 65

A Revista do Meio Ambiente, coordenada pela REBIA – Rede Brasileira de Informação Ambiental, lança seu número 65.




Visita à Sala Verde da FURG faz parte da programação do V EDEA

Visita à Sala Verde da FURG faz parte da programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG).


Recebemos hoje 15 visitantes do IFSUL Pelotas CAVG dos seguintes cursos: Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental e Técnico em Meio Ambiente.

Obrigada pela visita!

Todos os participantes do VEDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental, que acontece hoje e amanhã na FURG, ganharam um exemplar do jogo "Trilha do Planeta", organizado pela Sala Verde da FURG.

Parabéns ao Wagner Passos, autor do jogo!


 





sábado, 30 de novembro de 2013

Sala Verde promove lançamento do Jogo de Educação Ambiental "Trilha do Planeta" no V EDEA.

O Jogo "Trilha do Planeta", desenvolvido e ilustrado pelo mestre em Educação Ambiental Wagner Passos, será lançado no V EDEA.
A publicação do jogo de Educação Ambiental foi realizada em parceria com a Sala Verde da FURG e a PROEXC.




Visita à Sala Verde da FURG faz parte da programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG).

O Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental é um evento organizado pelos alunos do mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental da FURG. 


Mais informações clique aqui.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Serviço de COMUT nas bibliotecas da FURG

A SALA VERDE DA FURG OFERECE O SERVIÇO DE COMUT. CLIQUE AQUI E FAÇA SUA SOLICITAÇÃO.

A partir de 29/11/2013, a Biblioteca Central da FURG passa a ser Biblioteca Base no Programa de Comutação Bibliográfica do IBICT, o COMUT.
O que é o COMUT?
O COMUT permite a obtenção de cópias de documentos técnico-científicos disponíveis nos acervos das principais bibliotecas brasileiras e em serviços de informação internacionais. Entre os documentos acessíveis encontram-se:

- periódicos técnico-científicos; 
- teses e dissertações; 
- anais de congressos nacionais e internacionais; 
- relatórios técnicos; 
- partes de documentos (capítulos de livros), desde que sejam autorizados pela Lei de Direitos Autorais. 

O COMUT é constituído por Bibliotecas Base e Solicitantes. As Bibliotecas Bases são bibliotecas/centro de documentação de instituições de ensino e/ou pesquisa com acervo considerado adequado para o atendimento de demanda de cópias em uma ou mais áreas de conhecimento e com uma infra-estrutura mínima necessária aos propósitos da comutação bibliográfica. Já as Bibliotecas Solicitantes são bibliotecas/centros de documentação de instituições (de ensino, pesquisa, assessoria técnica, operações, administração, serviços, indústrias etc.) demandantes de informação documentária básica para as tarefas de ensino, pesquisa ou gerenciamento.

A rede Comut possui atualmente 394 bibliotecas base, ou seja, as bibliotecas que atendem às solicitações dos usuários, 2.304 bibliotecas solicitantes e 54.058 usuários – pessoas físicas.

Histórico: O Programa de Comutação Bibliográfica (Comut) é um esforço conjunto do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por intermédio do IBICT e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep); e do Ministério da Educação (MEC), por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Secretaria de Ensino Superior (Sesu). O Comut tem por objetivo facilitar o acesso à informação necessária ao desenvolvimento educacional, científico e tecnológico do País.

O Programa foi instituído pela Portaria nº 456 de 5 de agosto de 1980, pelo então Ministério da Educação e Cultura, tendo como responsável a Capes. No mesmo ano, em 5 de novembro, foi feito um Termo de Ajuste em que o IBICT passou a compor com a Capes a corresponsabilidade pelo Comut.

Em 5 de março de 2002, a nova Portaria conjunta nº 590 do MEC e do MCT adapta o Comut às novas estruturas administrativas e organizacionais de seus mantenedores. Esse novo marco legal instituiu o Programa junto à Capes e à Sesu (MEC) e ao IBICT e à Finep (MCT).

O sistema foi automatizado em 1996, tendo como resultado a melhoria de todos os procedimentos administrativos e operacionais, possibilitando maior agilidade em todo o processo de comutação bibliográfica.

Em outubro de 1998, em continuidade à modernização das operações de comutação bibliográfica no País, foi implantado, em âmbito nacional, um sistema de transferência eletrônica de documentos, com o propósito de acelerar o processo de atendimento ao usuário e ampliar a capacidade de atendimento das bibliotecas.


Livro: Legislação Ambiental para Crianças


PUBLICADO . EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL



O livro “Legislação Ambiental para Crianças” foi lançado em 2011 durante a XI Semana do Meio Ambiente e depois distribuído para escolas públicas de Dourados. Após ser disponibilizado na versão digital no início de 2012 os acadêmicos de Ciências Biológicas da UNIGRAN e a idealizadora do projeto, professora Giani Lopes Bergamo Missirian, foram convidados para divulgar a obra durante o Fórum de Educação Ambiental de Mato Grosso do Sul, que ocorreu em Campo Grande. “Foi bastante interessante, as pessoas que visitaram o stand se encantaram com a proposta e até então não conheciam materiais dessa natureza.
Participar do evento foi bastante recompensador”, afirma Giani. A professora Giani que ministra a disciplina de Educação Ambiental na UNIGRAN fez a proposta para os estudantes, que na época cursavam o 5º semestre, após identificar a deficiência desse ID_TIPO de material, “esse conteúdo de educação ambiental estava no currículo da educação básica do estado, e os professores tinham uma dificuldade para trabalhar. Como vou pegar a lei propriamente dita e passar para as crianças? Então identificando esse problema que lancei esse desafio para eles de criar um livro que fosse voltado para crianças e que também fosse um apoio para o professor, e foi aí que abraçamos a ideia”, conta a idealizadora. Agora disponível na versão online os professores que acessarem poderão ter acesso a atividades, “preocupamos em construir algumas atividades para que o professor possa utilizar o livro em sala de aula, tem sugestões de atividades que o professor pode usar, e até mesmo um jogo da memória”. A participação dos acadêmicos foi indispensável para que o projeto fosse concluído, e a aprendizagem conquistada com todo o trabalho também é um ponto para a carreira de cada um. “No Fórum conhecemos pessoas novas, profissionais da área de renome nacional, pessoas simples que vinham perguntar como tinha sido o trabalho, e isso foi importantíssimo. Para nossa turma hoje esse é o maior peso que a gente leva no currículo, tem coisa melhor que essa? Não”, garante Fábio Marion, acadêmico e um dos autores do livro. A participação no Fórum garantiu ao livro, que já possui registro na Biblioteca Nacional, uma divulgação ampla, já que pessoas de todas as partes do país passaram pelo stand e levaram um exemplar.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Atividade pré-EDEA com Michéle Sato e Alfredo Martin Gentini



Fonte: V Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental, evento organizado pelos alunos do mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental da FURG. 

Transmissão via web IV Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

Prezado(a) Educador(a),

A Coordenação-Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação informa que várias das atividades programadas no contexto da IV Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que estará sendo realizada entre os dias 23 e 28 de novembro, serão transmitidas via web, podendo ser acessadas pelo link indicado abaixo. 

Buscando ampliar as possibilidades de interação/divulgação junto aos educadores, sistemas de ensino e demais interessados no tema, também estaremos realizando transmissões diárias/parciais pela TV NBR – EBC Serviços.


Abertura, dia 23/11 – 20 horas – Transmissão TV NBR.


Link de acesso da webtransmissão:

http://portal.mec.gov.br/ambiental/transmissao 


Recursos Necessários para acessar a Webtransmissão:

Computador, acesso à Internet e conexão de áudio.


Outros canais de informações sobre a IV CNIJMA:






Fonte: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO. DIRETORIA DE POLÍTICAS DE DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA. COORDENAÇÃO-GERAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Apresentação dos trabalhos no EDEA/PPGEA

Em caso de dúvidas, fazer contato com a comissão científica através do e-mail: trabalhosedea2013@gmail.com

Dia 02/12 (Segunda-feira), das 14h às 17h

Pavilhão 4 - Campus Carreiros - FURG


Sala 4101
GT 1 - Fundamentos da Educação Ambiental
-A natureza pampeana narrada na música gaúcha
-Alguns discursos sobre Educação Ambiental em exame: fabricação de sujeitos na atualidade
-Cidade, identidade e ecologia
-Educação ambiental como política pública: a construção da Agenda 21 Escolar nas escolas municipais de Vacaria – RS
-Educação ambiental e sujeitos midiáticos

Sala 4104
GT 2 - Educação Ambiental: Ensino e Formação de Educadores e Educadoras
-A Educação Ambiental na formação de educadores no Movimento Social da Agricultura Familiar
-Análise Sobre as Concepções Filosóficas Relacionadas ao Meio Ambiente dos Estudantes de -Licenciatura em Física do IFSul
-CATEGORÍAS DE ANÁLISIS DE LA DIMENSIÓN AMBIENTAL EN PROGRAMAS DE FORMACIÓN DE PROFESORES DE QUÍMICA
-Conhecer e compartilhar a realidade para sensibilizar a comunidade escolar numa proposta de aprendizagem transformadora em Educação Ambiental
-CONTEXTUALIZANDO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESOLCA, COM BASE NA TEORIA SÓCIO-HISTÓRICA
-Educação Ambiental e currículo – impasses e desafios

Sala 4114
GT 3 - Educação Ambiental Não Formal 
-A Construção do Conhecimento Socioambiental – um Estudo Interdisciplinar sobre o Potencial Ecoturístico de Cambará do Sul/RS
-A Experiência dos Parceiros Ambientais
-A temática água em questão: conceitos de alunos do ensino fundamental durante o estágio supervisionado em Ciências
-A Utilização de Cartilhas como Instrumentos de Educação Ambiental na Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
-Ações de Educação Ambiental em Unidades de Conservação Estaduais do Rio Grande do Sul
-Diagnóstico preliminar sobre a aplicação da metodologia do Aprendizado Sequencial em Atividades de Educação Ambiental Vivencial
-Direitos Humanos Fundamentais e Cidadania: uma abordagem mediada pela Educação Ambiental
-Educação ambiental não formal na Cidade de Duque de Caxias: diálogo entre Instituições de Ensino Superior e organizações sociais da Baixada Fluminense

Dia 03/12 (Terça-feira), das 8h30 às 12h
Pavilhão 4 - Campus Carreiros - FURG

Sala 4101
GT 1 - Fundamentos da Educação Ambiental
-EDUCAÇÃO AMBIENTAL, UM OLHAR CRÍTICO NO ENSINO DE CIÊNCIAS 
-ENTRE A PESCA E A BARBÁRIE: EXPERIÊNCIA E SABER DA EXPERIÊNCIA DIANTE DO ASSÉDIO DO CAPITAL
-Os conflitos em torno da apropriação territorial e a questão ambiental no Pontal da Barra, Pelotas/RS, desde a perspectiva etnográfica de mapeamento dos atores sociais
-TEORIA CRÍTICA, AÇÃO COMUNICATIVA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONTRIBUIÇÕES PARA UMA RACIONALIDADE AMBIENTAL
-Problematizando enunciações nos Gibis do Chico Bento: ditos sobre a natureza
-Sustentabilidade ambiental e princípios da Termodinâmica: uma reflexão à luz da obra de Nicholas Georgescu-Roegen

Sala 4104
GT 2 - Educação Ambiental: Ensino e Formação de Educadores e Educadoras
-EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROBLEMATIZADORA NA PERSPECTIVA DE PAULO FREIRE
-JUSTIÇA AMBIENTAL, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS NA BAIXADA FLUMINENSE: RESULTADOS PRELIMINARES
-Percepção de duas professoras sobre as suas práticas em Educação Ambiental
-Repensando a Educação Ambiental na formação complementar e continuada de professores
-Repensando a formação do educador ambiental a partir de uma experiência de trabalho no Departamento Municipal de Águas e Esgotos de Porto Alegre, RS, Brasil
-Subprojeto Pibid interdisciplinar Educação Ambiental Ações que contribuem na formação de educadores ambientais

Sala 4216
GT 3 - Educação Ambiental Não Formal 
-Educação Ambiental para a participação cidadã na formulação de políticas públicas do setor pesqueiro artesanal
-"Educação Ambiental, História Oral e Economia Solidária: Imagens do mundo do trabalho na pesca artesanal"
-Educação Ambiental: o Aprendizado Sequencial como Experiência Escolar Alternativa
-ESPORTES SURDOS NA CONSTITUIÇÃO DO SER SOCIAL: O RESGATE HISTÓRICO SOB A PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL
-Gênero na Contemporaneidade: suas controvérsias e complementaridades
-O aluno interno do CaVG/IFSul sob uma perspectiva ambiental
-Percepção ambiental no ensino de Biologia
-Percepção e pertencimento: um estudo de caso sobre a relação dos cidadãos com o espaço da cidade

Lista de pareceristas ad hoc V EDEA

Posted: 20 Nov 2013 04:07 PM PST
Airton Carlos Batistela
Aléssio Almada da Costa
Aline Machado Dorneles
Andreisa Damo
Caio Floriano dos Santos
César Augusto Costa
Cleiva Aguiar de Lima
Daniele Simões Borges
Diana Paula Salomão de Freitas
Elisabeth Brandão Schmidt
Humberto Calloni
Jackson Luís Martins Cacciamani
Neusiane Chaves de Souza
Patrícia Mendes Calixto
Ricardo Gautério Cruz
Simone Grohs Freire
Tanise Paula Novello
Vera Rejane Coelho
Vitor Hugo Mendes
Wanderleia Dalla Costa

Comissão Científica
Alana das Neves Pedruzzi
Filipi Vieira Amorim
Stéfani do Nascimento
Tamires Lopes Podewils


NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS

• Não será disponibilizado multimídia para apresentação dos trabalhos;
• As apresentações serão em rodas de diálogos por Grupo de Trabalho;
• Cada autor terá 15 minutos para apresentação do seu trabalho;
• Após a apresentação de todos os trabalhos, os mediadores encaminharão as discussões de cada Grupo de Trabalho em roda;
• Todos os apresentadores participarão dos dois dias de apresentações;
• Os certificados dos apresentadores serão entregues ao final do segundo dia de apresentações.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG)

Visita à Sala Verde faz parte da programação do V EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (PPGEA/FURG).


O Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental é um evento organizado pelos alunos do mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental da FURG.

Mais informações clique aqui.

Programação:

02/12 - Segunda-feira

8:00 - Credenciamento
8:30 às 9:00 - Solenidade de Abertura
9:00 às 12:00 - Mesa redonda "A Educação Ambiental e os desafios da contemporaneidade" com:
Prof. Dr. Sírio Lopez Velasco
Prof. Dr. Humberto Calloni
Profª. Drª. Vanessa Hernandez Caporlingua
Mediadora: Profª. Drª. Elisabeth Brandão Schmidt


12:00 às 14:00 - Intervalo e Visita à Sala Verde Judith Cortesão.

14:00 às 17:30 - Apresentação de Trabalhos
Grupo de Trabalho 1 - Fundamentos da Educação Ambiental
Grupo de Trabalho 2 - Educação Ambiental: Ensino e Formação de Educadores
Grupo de Trabalho 3 - Educação Ambiental não formal


17:30 às 18:30 - Atividade cultural e lançamento de livros


19:00 às 21:00 - Avaliação interna do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental
(atividade destinada apenas para docentes e discentes do PPGEA)

03/12 - Terça-feira

8:30 às 12:00 - Apresentação de Trabalhos
Grupo de Trabalho 1 - Fundamentos da Educação Ambiental
Grupo de Trabalho 2 - Educação Ambiental: Ensino e Formação de Educadores
Grupo de Trabalho 3 - Educação Ambiental não formal


12:00 às 14:00 - Intervalo e Visita a Sala Verde Judith Cortesão.


14:00 às 17:00 - Mesa redonda "A Educação Ambiental e os desafios da contemporaneidade" com:
Prof. Dr. Luis Fernando Minasi
Profª. Drª. Paula Corrêa Henning
Profª. Drª. Maria do Carmo Galiazzi
Mediador: Prof. Dr. Carlos RS Machado


17:00 às 18:00 - Síntese dos Grupos de Trabalho e lançamento do site do Observatório dos Conflitos Socioambientais do Extremo Sul do Brasil.


18:00 às 19:00 - Atividade cultural e lançamento de livros


19:30 às 21:00 - Avaliação interna do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental (atividade destinada apenas para docentes e discentes do PPGEA).


* As atividades de mesa redonda, apresentação de trabalho, apresentações culturais e lançamento de livros, ocorrerão no pavilhão 4 do Campus Carreiros.

** A atividade de avaliação interna do PPGEA ocorrerá no pavilhão 3 do Campus Carreiros.




Sala Verde no XV Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência e Gestão da Informação - EREBD SUL

A coordenadora da Biblioteca Setorial da Pós-Graduação em Educação Ambiental - Sala Verde Judith Cortesão da FURG, a bibliotecária Me. Cibele Vasconcelos Dziekaniak, participou no dia 16-11-13 do XV Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência e Gestão da Informação - EREBD Sul, na mesa redonda “Múltiplas atuações do profissional Bibliotecário”, com uma palestra sobre gestão de bibliotecas. A mesa foi composta também pelas bibliotecárias Débora Jardim (Ulbra), Nádia Tanaka (Control) e Renata Zanzini.

Na ocasião, a bibliotecária Cibele Dziekaniak divulgou o lançamento do seu livro "SISTEMA DE GESTÃO DE BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: instrumento de suporte à ação administrativa do bibliotecário", que será lançado no mês de dezembro pela editora Novas Edições Acadêmicas (marca comercial no Brasil de OmniScriptum GmbH & Co. KG Saarbrücken, Germany) e poderá ser adquirido por meio de diversos sites:
http://www.amazon.com
http://www.sbs.com.br/
http://www.canuto.com.br/ 
http://marceloborgespmp.wix.com/deolho# entre outros.

A Biblioteca Setorial da Pós-Graduação em Educação Ambiental - Sala Verde Judith Cortesão da FURG participou do EREBD Sul levando o Projeto "Trilha dos sentidos", em sua 4ª edição, integrando a temática do evento “As diferentes perspectivas de atuação do profissional da informação, do social ao tecnológico: os múltiplos caminhos!”.


 




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Coordenadora da Biblioteca Setorial do PPGEA Sala Verde Judith Cortesão lança livro durante o XV EREBD Sul


A coordenadora da Biblioteca Setorial da Pós-Graduação em Educação Ambiental - Sala Verde Judith Cortesão da FURG, a bibliotecária Me. Cibele Vasconcelos Dziekaniak, estará participando do XV Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência e Gestão da Informação - Erebd Sul na mesa redonda “Múltiplas atuações do profissional Bibliotecário”, com uma palestra sobre gestão de bibliotecas. A mesa será composta também pelas bibliotecárias Débora Jardim (Ulbra), Nádia Tanaka (Control) e Renata Zanzini.

Na ocasião, a bibliotecária Cibele Dziekaniak estará divulgando o lançamento do seu livro "SISTEMA DE GESTÃO DE BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: instrumento de suporte à ação administrativa do bibliotecário" pela editora Novas Edições Acadêmicas (marca comercial no Brasil de OmniScriptum GmbH & Co. KG Saarbrücken, Germany) e poderá ser adquirido por meio de diversos sites:
http://www.amazon.com
http://www.sbs.com.br/
http://www.canuto.com.br/ 
http://marceloborgespmp.wix.com/deolho# entre outros.

A Biblioteca Setorial da Pós-Graduação em Educação Ambiental - Sala Verde Judith Cortesão da FURG também estará participando do XV EREBD Sul levando o Projeto "Trilha dos sentidos", em sua 4ª edição, que integrará a temática do evento “As diferentes perspectivas de atuação do profissional da informação, do social ao tecnológico: os múltiplos caminhos!”.

Fonte: http://www.furg.br/index.php?id_noticia=22320.